Review ASUS ROG Zenith II Extreme – Uma das melhores TRX40!

Lucas Peperaio
04/02/2021
Review

Hoje eu vou ter o prazer de testar um sonho de consumo, uma das melhores e mais caras placas-mãe que já passou por aqui, superando em preço aquela Rampage Omega para CPUs Intel Extreme que eu testei ano passado. Apresento-lhes a ASUS ROG Zenith II Extreme TRX40, uma placa topo de linha voltada para os mais robustos processadores AMD no mercado consumidor, os Threadripper de terceira geração arquitetura Zen 2. Vamos ver o desempenho da placa com o Threadripper 3970x de 32 núcleos e 64 threads pareado com um Quad Channel 32GB 3000 Mhz!

 

Unboxing

ASUS Zenith II Extreme - Caixa (Frente)

O que esperar de uma placa que custa $850 USD? Muitos recursos. E isso deve começar pelos acessórios da caixa. Na parte da frente vemos a logo ROG Zenith II Extreme em destaque, além do chipset TRX40 e logo Republic of Gamers.

ASUS Zenith II Extreme - Caixa (Back)

Atrás, um resumo com os principais recursos da placa e uma visão geral dela. Abrindo a caixa vemos um Bem-vindo a republica, com a placa em uma caixa separada junto a um blister. Por baixo, 4 compartimentos com os acessórios, e são muitos. Manual, folheto de adesivos, Badge ROG, suporte de copo ROG, 8 cabos SATA, pendrive com drivers e softwares, Antena Wifi, Q-Connector, chave de fenda ROG com troca de pontas, 3x cabos termistor, cabo de extensão RGB, DIMM M.2 para uso de SSDs em slot vertical, Fan Extension Card e cabos, parafusos. (Saiba outros detalhes no link do site da Asus).

 

Overview

ASUS Zenith II Extreme - Placa e caixa

ASUS Zenith II Extreme - Placa (Cima)

ASUS Zenith II Extreme -Placa (Backplate)

ASUS Zenith II Extreme - Dissipador VRM (Desmontado)

A primeira vista, vemos o quão incrível é a Zenith II Extreme. Uma placa gigante no formato EATX, medindo 31cm por 27.7cm devido a grande quantidade de recursos, e tudo ainda parece apertado. O peso da placa também é inacreditável, 2.6KG, devido a maciça quantidade de dissipadores e backplate, frente e verso, que cobrem todos os Slots M.2, chipset e painel I/O, sem falar no gigante dissipador do VRM com um heatpipe passando fora a fora.

ASUS Zenith II Extreme - Painel LCD

ASUS Zenith II Extreme - Dissipador (Chipset)

Um dos pontos que mais chamam a atenção é o painel LCD na cover do painel traseiro, que mostra várias informações no momento do POST, e depois informações de monitoramento da placa. Na área do chipset, em um design espelhado, também há iluminação, além de uma barra de leds na lateral da placa, criando um efeito Aura no gabinete. Nas conexões para RGB, vemos duas 5V e duas 12V em pontos estratégicos da placa.

Quantos aos headers para fans, vemos o CHA_FAN 1 na lateral, CPU_FAN e CPU_OPT na parte superior, W_PUMP 1 e W_PUMP 2 com suporte a 3A 36W, conexões específicas para WC custom, W_IN, W_OUT e W_FLOW e o CHA_FAN 2 embaixo. Somando ao Fan Extension Card que expande as conexões, é possível ter mais 6 headers controláveis na placa-mãe.

ASUS Zenith II Extreme - Soquete (CPU)

O socket é o gigante sTRX4, sucessor do TR4, que é eletricamente incompatível com os CPUs Threadripper de primeira e segunda geração, suportando apenas os Zen 2 3960x, 3970x e 3990x em diante. Para quem não tem experiência na instalação do CPU, vale a pena conferir vídeos, pois devido o tamanho do chip, a instalação exige cuidados especiais.

ASUS Zenith II Extreme - VRM - 1

ASUS Zenith II Extreme - Dissipador (VRM)

ASUS Zenith II Extreme - Energia

Como são utilizados CPUs de altíssimo desempenho com até 64 núcleos e 128 threads, o VRM da placa precisa ser muito robusto. A começar pelos conectores EATX 12V da alimentação do CPU, são 2x 8 Pinos. O conector extra de 6 Pinos, pela configuração elétrica inversa, é um PCIe 6 pinos, mas o manual não explica sua funcionalidade exata. O VRM ocupa um espaço inacreditável na placa, de ponta a ponta, e é coberto por um robusto dissipador de alumínio + duas fans, ou seja, existe literalmente um cooler no VRM.

ASUS Zenith II Extreme - Dissipador (Chip - Rede)

ASUS Zenith II Extreme - Dissipador Interligado

Ele é interligado com o segundo dissipador na área lateral que cobre outros chips, como o Aquantia 10Gbps.

ASUS Zenith II Extreme - VRM - 2

Por baixo de todo este metal, vemos as 16 fases apenas para Vcore, utilizando os novos DrMOS TDA21472 de 70A cada, que figuram entre os melhores componentes do mundo. São tantas fases que para controlá-los, a ASUS usou não um, mas dois chips PWM, o ASP14051, semelhante ao IR35201. E já faz um bom tempo que a ASUS vem adotando um design sem o uso de Doublers, onde em um único sinal do PWM, sem dividir a frequência de comutação, são controlados duas fases. Logo na prática, este VRM é de 8 fases com componentes duplicados. No esquema tradicional, um doubler é adicionado para quebrar o sinal em dois e controlar as fases individualmente, a custa de adicionar um maior atraso no circuito. Hoje já existe chips PWM capazes de controlar individualmente as 16 fases, que seria o cenário ideal.

São tantas fases que o circuito para o SOC precisou ser remanejado para próximo dos Slots PCI Express. O segundo PWM controla as 4 fases, que usa os mesmos componentes. Complementa o circuito os capacitores 271uF 16V 10K e indutores classificados para suportar 45A.

ASUS Zenith II Extreme - Slot de Memória

Por ser uma placa da linha Extreme, há 8 slots de memória DDR4, 4 de cada lado com o suporte a 256GB de RAM ECC e não ECC até 4733 Mhz em overclock, padrão 3200 Mhz ou inferior a isso em Quad Channel. Eu testei um kit XPG Spectrix D80 3000 Mhz 4x8GB, e não houve nenhuma dificuldade em subir o kit, onde a placa entregou mais de 80GB/s de vazão entre RAM e CPU.

ASUS Zenith II Extreme - DIMM.2

Ao lado dos slots de RAM tem mais um slot similar, mas não é para RAM, e sim para o DIMM M.2, formato proprietário da ASUS onde é possível adicionar mais dois SSDs M.2 na vertical, caso os 3 slots M.2 na placa não sejam suficientes.

ASUS Zenith II Extreme - Satas

ASUS Zenith II Extreme - Protetor frontal

Na lateral da placa vemos o conector geral de alimentação, pontos de medição de tensões da placa, conexão para um sensor térmico, leds indicativos do status do POST, dois USBs 3.2 frontais, um USB 3.0 frontal, 8 conexões SATA 6Gbps. Embaixo, jumper LN2_Mode, conexões para Speaker e cabos do painel frontal, botão Start, botão Flex Key configurável para várias funções, Switchs modo lento, Full speed para fans, botões BIOS Switch, Retry e Safe, mais interessantes em overclock extremo, mais uma conexão para sensor térmico, USB 3.1 frontal, 2x USBs 2.0, TPM, EZ_PLUG para dar um reforço na placa caso você esteja usando múltiplas placas de vídeo e a conexão de áudio.

ASUS Zenith II Extreme - Slot M.2 (Back)

Por baixo da carenagem e coberto por thermalpads, vemos dois slots PCIe 4.0 X4 de nova geração, com dimensão até 2280 com suporte a RAID. Atrás da placa, existe um terceiro slot. O Chipset, assim como nas placas X570, conta com refrigeração ativa.

ASUS Zenith II Extreme - Placa sem protetor

ASUS Zenith II Extreme - PCIE

A placa conta com 4 slots PCI Express, todos com reforço metálico. Há o suporte 3-Way SLI e 3-Way CrossfireX. O primeiro e terceiro slots são eletricamente X16, os outros, eletricamente X8. Logo, eles rodarão da seguinte maneira: X16 / X16 X16 / X16 X8 X16 / X16 X8 X16 X8. Existem limitações entre slots M.2, PCI Express e Sata, recomendo a leitura do manual.

ASUS Zenith II Extreme - Conexões

Enfim no painel traseiro, botões Clear CMOS e BIOS Flashback para reset e reinstalação da BIOS, conexões para o Wifi 6 modo a/b/g/n/ac/ax BT 5.0. São 12 USBs, 4x USBs 3.0 azuis, 6 USBs 3.1 vermelhas, 2x USBs 3.1 Tipo-C. Duas portas Lan, uma está identificada como 10Gbps, padrão de redes empresariais de alta performance, a outra é Gigabit padrão. Por fim, áudio de 8 canais SupremeFX com conexão óptica.

 

Teste de Temperatura

ASUS Zenith II Extreme - Blender (flir 1)

ASUS Zenith II Extreme - Blender (flir 2)

Nos testes eu utilizei o RYZEN Threadripper 3970x de 32 núcleos e 64 threads em bancada aberta e temperatura ambiente 32 graus, e no teste de renderização no Blender por 15 minutos, com o CPU exigindo na casa dos 190A e dissipando algo em torno dos 280W em stock, mas isso não fez nem cocegas no VRM que se manteve incrivelmente frio, tanto por ter componentes excepcionais e em grande quantidade, quanto por ter um robusto cooler refrigerando eles. No outro lado, vemos as fases deste conjunto de slots de RAM um pouco mais quentes, mas normal por estarem descobertas.

ASUS Zenith II Extreme - Threadripper 3970x

Portanto o VRM da placa é robusto o suficiente para aguentar o 3990x de 64 núcleos, mesmo em overclock com muita tranquilidade.

 

Conclusão

Que a placa é incrível, isso já deu para perceber. Mas quanto custa essa brincadeira? Na Newegg americana, a placa pode ser encontrada por $849 USD, enquanto que por aqui vemos ela rondando a casa dos 7 à 8 mil reais. Mas isso não é o mais caro. O processador, Threadripper 3970x, pode ser encontrado pela bagatela de $1899 USD, e aqui no Brasil, hoje pode ser encontrado por R$ 14.000. Ou seja, apenas placa e CPU chegam a custar mais de R$ 22 mil reais!

E isso torna esta combinação um sonho impossível para a maioria das pessoas, mas acreditem, existe um público que busca o melhor desempenho independente do preço. Arquitetos, engenheiros, profissionais de edição e criação que precisam investir em algo deste tipo para ter o retorno mais rápido possível dos seus projetos. O CPU, oferece uma performance incrível, e muito em breve eu vou trazer o review completo dele. A placa, o melhor da tecnologia existente hoje e supre com muita folga as necessidades do processador, ao mesmo tempo que oferece uma rica quantidade de recursos e mimos para o usuário.