Review ASUS TUF3 GTX 1660 e TUF3 GTX 1660 Super

Lucas Peperaio
16/12/2020
Review

Após anos oferecendo as placas ROG e ROG Strix, a ASUS diversificou a linha com modelos mais simples que combinam com o propósito de chips básicos e intermediários, com foco em preço. E nesta linha existe a versão TUF comum, com duas Fans, e a TUF3, com três fans para quem busca melhor desempenho térmico, que é o caso aqui hoje. Vou analisar mais duas opções de placas NVIDIA GTX 16 do mesmo modelo, ASUS TUF3 GTX 1660 e ASUS TUF3 GTX 1660 Super, ambas com 6GB de RAM que oferecem uma excelente performance para rodar jogos em 1080p e até em 1440p dependendo do jogo e configuração. Hoje vamos ver as diferenças práticas entre as duas GPUs, até onde o cooler é bem dimensionado e uma análise da construção interna de ambas.

Overview

GTX 1660 e GTX 1660 Super pertencem a família de GPUs NVIDIA Turing desenvolvida em 12nm, a mais recente da empresa.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Caixa (Frente)

ASUS TUF GTX 1660 - Caixa (Back)

ASUS TUF GTX 1660S - Caixa (Back)

Ambas foram lançadas em 2019, GTX 1660 em março e a GTX 1660 Super, em outubro. Essencialmente a versão SUPER atualiza a GTX 1660 agora oferecendo GDDR6, e nada mais. Logo, todas as especificações de GPU, clocks e demais informações são exatamente iguais, com a exceção do TDP na versão SUPER que fica apenas 5W acima.

 

GTX 1660 GTX 1660 SUPER RX 590
GPU TU116 TU116 Polaris 30
Shaders 1408 1408 2304
TMUs 88 88 144
ROPs 48 48 32
Clock da GPU 1530 / 1785 MHz 1530 / 1785 MHz 1469 / 1545 MHz
Clock da Memória 8000 MHz 14000 MHz 8000 MHz
Tamanho da Memória 6 GB GDDR5 6 GB GDDR6 8 GB GDDR5
Barramento da Memória 192-bit 192-bit 256-bit
Largura de Banda 192.1 GB/s 336 GB/s 256 GB/s
TDP 120 W 125 W 175 W
Energia 1 x 8-pin 1 x 8-pin 1 x 8-pin
Preço no lançamento US$ 219 US$ 229 US$ 279

As placas oferecem 1408 Cuda Cores, 88 TMUs, 48 ROPs, 6GB de RAM em 192 bits, onde a GTX 1660 com seus GDDR5 em 8Ghz oferece 192GB/s, enquanto a SUPER com seu GDDR6 oferece uma vazão 75% maior, 336GB/s, que na prática se traduz entre 8 a 10% de diferença prática, pois a GPU já estava bem equilibrada com GDDR5.

A mudança para GDDR6 pareceu mais uma decisão financeira, somando a escassez do GDDR5 + a oferta de chips GDDR6. Tanto é que mesmo em placas de entrada como RX 5500 XT e GTX 1650 Super, já vemos GDDR6. Ou seja, o preço já não deve ser um problema.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Placas

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Placas (Cima)

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Backplate

E não só nas especificações, mas no visual as placas também são quase idênticas. Corpo de plástico na cor preto com detalhes em cinza, três fans de 80mm com rolamento duplo e certificação IP5X de resistência a poeira que cobrem grande parte do PCB e cooler. Por cima a logo TUF, GeForce GTX e ASUS, com uma pequena área iluminada. Ambas oferecem conector de 8 pinos obrigatório e a fonte mínima recomendada é de apenas 450W, fruto da excelente eficiência energética das GPUs. Ambas contam com uma cover de plástico com função estética e de proteção a poeira, quase totalmente fechada.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Conexões

As saídas são HDMI, Display Port e DVI-D, com o espelho pintado em preto. Devido à altura do dissipador e fans, a placa ocupa 2.7 Slots do sistema, medindo 26.4cm de comprimento e 16cm de altura.

 

Construção

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Fans

ASUS TUF GTX 1660 - Dissipador

ASUS TUF GTX 1660 - Dissipador (Frente)

Por dentro da placa, vemos as três fans interligadas entre si e dois cabos, uma para as fans e outro para o led. O dissipador de alumínio cobre boa parte do PCB, onde nas laterais as aletas permitem a passagem da ventilação para refrigerar VRM e memórias, enquanto no meio existe uma maior densidade de metal e o contato com os dois heatpipes de 8mm de cobre na GPU e em dois módulos de memória via Thermalpad.

ASUS TUF GTX 1660 - Dissipador 2

ASUS TUF GTX 1660 - Dissipador (Heatpipes)

Eles transportam o calor em formato U para todo o dissipador. Os outros quatro módulos de memória também são cobertos pelo dissipador via thermalpad.

ASUS TUF GTX 1660S - PCB ASUS TUF GTX 1660 - PCB

O PCB das placas é diferente, apesar de usar componentes parecidos. Na versão SUPER tem espaço para mais componentes, pois é um PCB reutilizado de um projeto superior. Ambas contam com furação para dissipador no VRM, e apesar de usarem as mesmas 4 fases com os mesmos mosfets, apenas as SUPER trouxe um dissipador. Aqui vemos o tradicional e barato Onsemi 4C10B de alta e dois Onsemi 4C06N de baixa por fase, que reduzem o RDSon pela metade e paralelizado em 4 fases, são capazes de suprir com folga a demanda da GPU.

ASUS TUF GTX 1660S - VRM (Dissipador)

ASUS TUF GTX 1660S - Dissipador

O PWM é o uP9512S para ambas as placas, e com ele chaveando em 500 Khz e a corrente de pico em 100A, o VRM dissiparia cerca de 17W, que é um valor razoável para ser arrefecido apenas pelas fans, mas o dissipador na versão Super é bem-vindo.

Ambas contam com Shunts para medição de carga nas duas entradas, indutor 33nH para filtragem da corrente e fusistores para proteção. A GTX 1660 tem 4x Caps 270uF 16V, 12x 820uF 2.5V e dezenas de cerâmica, enquanto a GTX 1660 Super tem 2 capacitores a menos na saída, mas dois a mais na entrada. A versão comum tem apenas uma fase na RAM, com os mesmos mosfets, enquanto a SUPER tem duas, devido a maior exigência por corrente do chip GDDR6.

 

Informações dos Testes

Em todos os testes que vem a seguir, as placas estavam em suas condições originais, ou seja, sem alterações nos drivers, com seus perfis de fan default e clocks inalterados. As estatísticas de frames por segundo e os dados dos gráficos foram obtidos com o software Fraps.

Configuração da bancada de testes

Placa Mãe: GIGABYTE Z370 XP SLI
Processador: Core I7 8700K 4.7 GHz
Memória RAM: HyperX Predator 3000 MHz CL15 2x8GB
VGA: Asus TUF GTX 1660 & Asus TUF GTX 1660 SUPER
PSU: EVGA 1000G2
SSD: Teamgroup L3 Evo 240GB (SO)
SSD: WD 1TB Blue (Games)
Cooler: CM MasterLiquid Pro 280
Driver: 452.06
SO: Windows 10 64 Home SL v1909

Bancada de Teste - Intel

 

Testes

Começando os testes de desempenho em jogos na resolução Full HD e comparando com outras placas.

 

Assassin’s Creed Odyssey

Jogo da Ubisoft lançado em 5 de outubro de 2018, com sua ambientação na Grécia Antiga, mostra cenários complexos e exigente para o hardware, um mundo aberto e vasto para explorar inúmeras possibilidades com sua jogabilidade e mecânicas reformuladas dentro da franquia com maior foco no RPG de ação. Criado com a engine AnvilNext 2.0, e a API é DirectX 11.

AC Odyssey no High vemos ambas as placas entregando acima de 60, com 8 frames de diferença na versão Super.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - AC Odyssey

 

Battlefield V

BF5 é um jogo de tiro em primeira pessoa com foco no multiplayer online, teve seu lançamento no dia 20 de novembro de 2018. Desenvolvido pela EA DICE e Criterion Games, jogo foi um dos primeiros jogos a apresentar tecnologias recentes como Raytracing. Criado com a engine Frostbite 3, e tem suporte ao DirectX 11 e ao DirectX 12.

Em Battlefield 5 rodando no Ultra, 80 e 91 FPS para as duas GTX 1660, onde a versão SUPER se aproxima da 1660 Ti, e a 1660 permanece acima da GTX 1060.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - BF5

GTA 5

GTA 5 que foi lançado em abril de 2015, um dos jogos mais aguardados para PC dos últimos anos e sucesso de crítica e premiações. Entre promessas e muitos adiamentos – já que ele foi lançado antes nos consoles – chega ao PC com gráficos ainda mais bonitos. Desenvolvido pela Rockstar Games, ainda hoje é um dos jogos mais jogados da atual geração. Criado na engine RAGE.

Em GTA 5, ambas as placas oferecendo ótimas condições acima dos 60 rodando no Ultra, consideravelmente superiores em relação as AMD Polaris da geração anterior.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - GTA 5

Metro Exodus

Jogo de tiro em primeira pessoa de sobrevivência, foi lançado em fevereiro de 2019. Desenvolvido pela 4A Games, ele é o terceiro título da franquia. Mostrando cenários detalhados e extremamente bonitos, jogo trouxe recursos tecnológicos recentes como Raytracing e DLSS utilizando a API DirectX 12. Criado com a 4A Engine.

Em Metro Exodus, com a guinada que as AMD deram, 5500 XT fica empatada com a GTX 1660, enquanto a SUPER se posiciona entre a RX 590 e a GTX 1660 Ti.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Metro Exodus

Red Dead Redemption 2

RDR2 desenvolvido pela Rockstar Games, foi lançado em novembro de 2019 para PC (1 ano após o lançamento da versão dos consoles,) sendo um dos jogos mais aguardados pelos jogadores de PC, até mesmo antes da confirmação do jogo para a plataforma, tamanha a empolgação e esperança.  Um dos títulos mais aclamados da geração, ele possui temática e ambientação no velho-Oeste, mostrando cenários deslumbrantes e rico em detalhes, bem como uma narrativa densa. Criado na engine RAGE.

Em Red Dead Redemption 2, 8 FPS de diferença entre as placas, onde a SUPER fica apenas 2 quadros abaixo da Ti, entregando melhor consistência nos 60 quadros.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - RDR 2

Shadow of the Tomb Raider

Terceiro jogo da franquia após o seu reboot em 2013, jogo foi lançado em setembro de 2018. Desenvolvido pela Eidos Montréal, título apresenta excelentes gráficos e ambientação imersiva. Trazendo recursos recentes como o Raytracing, sendo um dos primeiros a ter suporte à tecnologia. Criado na engine Foundation, e com suporte ao DirectX 12.

Em Shadow of the Tomb Raider, 11 frames de diferença rodando no Ultra, ambas as placas na média acima dos 60.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Shadow of Tomb Raider

The Witcher 3

The Witcher 3 foi desenvolvido pela CD Project Red, sendo lançado em maio de 2015. Considerado como um dos maiores títulos de RPG de ação da história dos games. Ambientado em um vasto mundo aberto recheado de missões secundárias e com uma narrativa densa, jogo é baseado na série de livros do escritor polonês Andrzej Sapkowski, sendo o terceiro título da franquia. Criado na REDengine 3, com suporte ao DirectX 11.

Em Witcher 3 rodando no Ultra, GTX 1660 entrega melhor desempenho que RX 590 e 5500 XT, enquanto a Super entrega quase o mesmo que a Ti.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Witcher 3

 

Teste de Temperatura

Duas placas, mesmo cooler, uma cerca de 10% mais rápida que a outra. Até onde o cooler da TUF3 se sai bem?

Rodando um teste de stress em 3DMark TimeSpy Extreme Stress por 30 minutos em temperatura ambiente 32 graus, as placas não contaram com o recurso Fan Stop, começam com uma temperatura menor que uma placa com Fan Stop, mas logo estabilizam em patamares próximos. A SUPER ficou 3 graus mais quente, porém ambas com excelentes temperaturas.

ASUS TUF GTX 1660 - flir (Frente)

ASUS TUF GTX 1660 - flir (Back)

ASUS TUF GTX 1660 - flir (Cima)

Nas imagens térmicas, a GTX 1660 apresentou pico de 52 graus pela frente, 67 graus no VRM visto por cima com temperaturas amenas, e pico de 64 graus por trás na área da GPU.

ASUS TUF GTX 1660S - flir (Frente)

ASUS TUF GTX 1660S - flir (Back)

ASUS TUF GTX 1660S - flir (Cima)

A SUPER, um pouco mais quente. Pico de 57 graus pela frente, 70 graus por cima na área do VRM com demais temperaturas amenas, 70 graus atrás na área da GPU.

Teste de Frequência

No teste de estabilidade da frequência, vemos que a GTX 1660 está bem adaptada para o cooler e o Power Limit da BIOS, com perfeita estabilidade. A GTX 1660 Super oscila o clock por conta de precisar de mais energia, mas ainda assim, permanece 100% do tempo acima do clock boost que o fabricante informa. E claro, caso você não queira parar por ai, ambas as placas apresentaram excelente margem para overclock, onde eu consegui colocar próximo de 2100 Mhz nas duas GPUs, além de um OC na RAM. Na prática, a GTX 1660 conseguiu encostar na GTX 1070, e a GTX 1660 Super conseguiu passar a 1660 Ti e Vega 56 ao rodar o 3DMark TimeSpy.

ASUS TUF GTX 1660 & 1660S - Progresso da Frequência

Conclusão

Todas as vezes que eu chego a uma conclusão de um review, a primeira coisa que eu penso é como sintetizar todo o material produzido em algumas linhas para o artigo, correlacionando com o preço praticado no mercado hoje. Mas o preço de tudo que envolve importados e eletrônicos está fora de controle.

GTX 1660 e GTX 1660 Super chegaram a custar R$ 950 e R$ 1250 respectivamente, hoje você as acha custando entre R$ 1700 e R$ 2200, quase dobrou em alguns meses. Nessa ótica, não vale a pena comprar agora, mas o problema é: Quando valerá? Alguém garante que os preços voltarão ao normal?

Então deixando os preços e falando dos produtos em si, as placas cumpriram o seu papel em oferecer baixo ruído, excelentes temperaturas dignas de uma Triple Fan e boa performance, com um visual econômico. Se a diferença de preço entre uma GTX 1660 e 1660 Super for maior que 10%, vale a pena pegar a 1660 comum mesmo, pois esta é a diferença prática de performance entre elas. Neste momento delicado, o que eu sugiro é ficar de olho e esperar promoções.

No lado da AMD, a RX 590 competia com estas placas, mas faz muitos meses que ela não se encontra mais em estoque. E das novas placas, RX 5500 XT compete com a GTX 1650 Super e RX 5600 XT compete com RTX 2060. Logo estas duas placas acabam ficando em um território sem concorrência.