Review: Nvidia Geforce GTX 980 referência

Lucas Peperaio
12/01/2015
Review

A GTX 980 foi lançada oficialmente no dia 18 de setembro de 2014, juntamente com a sua irmã menor, a GTX 970. Com a arquitetura Maxwell, a mesma da GTX 750 e 750ti, a GTX 980 trouxe como grande chamativo o alto desempenho com o baixo consumo de energia, são apenas 165W de consumo; além de novos recursos, como o Dynamic Super Resolution, onde usuários podem rodar seus jogos com qualidade de resolução 4K mesmo em monitores Full HD.

Veja o vídeo abaixo:

Seu design é bem parecido com os modelos anteriores, tendo como diferença o Backplate traseiro, que protege os componentes, ajuda na dissipação de calor e dá firmeza à placa; além de um novo design na saída de ar.

Nvidia Geforce GTX 980 referência - Backplate

E falando em dissipação de calor, a GTX 980 possui um sistema de refrigeração do tipo câmara de vapor de alta performance. Construído em cobre, ele retira o calor da GPU usando um processo semelhante a um heatpipe, porém com uma maior eficiência. Para completar o sistema de refrigeração, um cooler do tipo blower é responsável por soprar o ar do dissipador e da câmara de vapor para fora do gabinete através da saída de ar traseira. Ele é construído com tecnologias que permitem eficiência e durabilidade, além de baixo nível de ruído.

Nvidia Geforce GTX 980 referência - Blower

Sobre o dissipador, podemos ver uma janela de policarbonato transparente, onde é possível ver as aletas de alumínio. E envolvendo tudo isso, temos a carcaça de metal feita de alumínio fundido com cromo trivalente, ela mantém tudo firme e garante a dissipação de calor.

Nvidia Geforce GTX 980 referência - Aletas de alumínio

A Nvidia pensou também em quem usa mais de uma GPU. No backplate, existe uma pequena peça localizada na parte de cima que pode ser removida caso você tenha duas ou mais placas muito próximas entre si. Os engenheiros da Nvidia determinaram que esta área é fundamental para o fluxo de ar da fã adjacente, portanto removendo-a, o fluxo entre as placas irá melhorar.

Nvidia Geforce GTX 980 referência - Backplate peça removível

Na parte de cima da placa, temos os tradicionais conectores para SLI, a logo Geforce GTX que acende na cor verde com a placa ligada, e dois conectores de alimentação de 6 pinos, o que mostra mais uma vez a eficiência energética da placa, já que estamos falando de um produto topo de linha, e a maioria deles possui pelo menos um conector de 8 pinos.

Nvidia Geforce GTX 980 referência - parte superior

Na parte de trás, temos 5 conectores de vídeo, sendo 1x DVI Dual Link, 3x Display Port e 1 HDMI 2.0.

Nvidia Geforce GTX 980 referência - Novo design saída de ar e conectores de vídeo

Especificações

GPU: GM204
Transistores: 5.2 Bilhões
Processo de fabricação: TSMC 28nm
Frequência da GPU: 1126 MHz / 1216 MHz (Boost)
Memória: 4 GB – GDDR5 – 7Gbps
Interface: 256-bit
CUDA Cores: 2048
Unidades de textura: 128
ROPs: 64
Resoluções máximas: 4096×2160 (D) – 2048×1536 (A)
Consumo: 165W
Energia: 2x PCI-E 6 pinos
Limite térmico: 98º
Dimensões: 11.11cm (a), 26.67cm (C)
Peso: 1030g
Preço: US$ 549
Tecnologias e recursos: NVIDIA SLI® (4-way), NVIDIA G-Sync™, NVIDIA GameStream™, GeForce ShadowPlay™, NVIDIA GPU Boost™ 2.0, DSR, MFAA, NVIDIA GameWorks, DX 12, OpenGL 4.4, PCI-E 3.0,

A GTX 980 vem com um base clock de 1126 MHz e com o boost típico em 1216 MHz. Porém, vale lembrar que o boost é variável, podendo ser maior ou menor, conforme a aplicação utilizada e a temperatura limite, neste caso 80º. E este limite pode ser alterado para permitir mais performance, mesmo com temperaturas maiores. A placa é equipada com 4 GB de memória GDDR5 sob a interface de 256 bits, rodando a 7 Gbps. Possui 2048 CUDA Cores, 384 a mais que a GTX 970, consumo de 165W e temperatura máxima de 98ºC.

Permite resolução máxima digital de 4096×2160, resolução analógica máxima de 2048×1536, nativamente compatível com DX12, barramento PCI-Express 3.0. A placa pesa 1030 gramas, suas dimensões são 11.11 cm de altura e 26.67 cm de comprimento, razoáveis para a maioria dos gabinetes.

Seu preço nos Estados Unidos é de US$ 549,00, e pode ser encontrada na faixa dos R$ 2200 no Brasil.

 

Conclusão

A GTX 980 é um dos melhores lançamentos high-end dos últimos tempos. É uma boa escolha para games ou aplicações exigentes, inclusive em altas resoluções. Possui uma ótima eficiência energética e custa menos que os lançamentos das topo de linha anteriores, sem falar do seu potencial de overclock e novos recursos exclusivos da série 900.

Porém, é preciso destacar que em custo-benefício, a melhor opção ainda é a GTX 970, que custa US$ 220 a menos, e entrega uma performance parecida.

Aqui no site e no canal do youtube já temos o vídeo onde falamos sobre as novas tecnologias e recursos da arquitetura maxwell (link e vídeo), além de review e testes da GTX 970, em jogos, benchmarks, SLI, teste de overclock e etc. E nos próximos dias, teremos o teste completo de temperatura, consumo e ruído, com a placa stock e overclock da GTX 980, além é claro, dos testes em jogos e benchmarks, inclusive um comparativo com a GTX 970, que é algo que com certeza muitas pessoas querem ver. Então fique ligado, assine a newsletter do site e inscreva-se no canal para não perder os vídeos. Grande abraço e até uma próxima.

nenhum comentário