Teste em jogos GTX 960 referencia Stock vs Overclock: GTA V, Dying Light, Shadow of Mordor, Far Cry 4, Crysis 3, BF4 e Tomb Raider

Lucas Peperaio
17/04/2015
Testes

Olá, seja bem-vindo ao site Peperaio Hardware, sou o Lucas Peperaio e no artigo com vídeo de hoje faremos um teste completo em 7 jogos com placa de vídeo Nvidia Geforce GTX 960 modelo referência em stock e em overclock.

Assista primeiramente ao vídeo completo no youtube:

Agora vamos ao artigo escrito:

Antes de começarmos os testes, é preciso destacar algumas mudanças nas metodologias de testes do site Peperaio Hardware. Antes testávamos a placa de vídeo apenas em stock, e dados como FPS mínimos, médios e máximos eram mostrados apenas em jogos com benchmark fixo. A partir de agora, teremos também o teste em overclock e apresentação do FPS mínimo, médio e máximo em todos os jogos.

Um detalhe muito importante, não fizemos nenhuma alteração na curva de fan em nenhum dos testes, ou seja, vocês verão os resultados aqui exatamente da mesma forma que a placa vem de fábrica; e nesse ponto a Nvidia poderia ter sido menos conservadora, pois com a placa em 80º, a velocidade da fan fica em apenas 50%. Se você apenas ativar o perfil padrão do afterburner, será sincronizado a temperatura com a rotação da fan, ou seja, 70º, 70% de velocidade da fan, o que já ajuda muito na temperatura e desempenho da placa.

Vamos aos testes.

 

Battefield 4

O primeiro teste será no jogo Battefield 4 Multiplayer, o mapa escolhido é o mesmo dos outros testes, ferrovia golmud, com aproximadamente 50 jogadores simultâneos. Na tela temos as informações da placa de vídeo e do processador, obtidas pelo Riva Tunner e Hwinfo64, conforme foi explicado no artigo sobre as metodologias de testes. Temos então na primeira linha os FPS, na segunda as informações da GTX 960, clock, temperatura, porcentagem de uso de GPU e quantidade de memória da placa de vídeo em uso. Na última linha, os dados do processador, um I7 3770k a 4.5 Ghz, temos ali o clock, temperatura e uso do processador.

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Battefield 4 - Peperaio Hardware

Estamos rodando esse jogo com o Preset no Ultra e campo de visão em 70%, que são as mesmas settings que eu rodei na 980 e 970. E como vocês podem ver, mesmo num mapa tão grande e rodando no Ultra, a GTX 960 segura muito bem o desempenho, os FPS ficam entre 58 e 60 a maior parte do tempo. Neste momento estávamos com aproximadamente 20 minutos de gameplay, e a temperatura da GPU fica beirando o limite padrão de 80º, que pode ser alterado no MSI Afterburner.

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Battefield 4 stock Ultra - Peperaio Hardware

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Battefield 4 Preset Ultra - Peperaio Hardware

E conforme já explicamos em outros vídeos, a temperatura é um ponto chave para determinar o desempenho, pois se a GPU atinge o limite estipulado, neste caso 80º, ocorre o throttling, onde a placa reduz o desempenho para manter a temperatura. Portanto, uma placa mais fria representa uma placa mais rápida, pois ela fica com o boost mais alto, que é variável, por mais tempo.

O uso de GPU está muito estável, em 98% o tempo todo, e o uso de memória de vídeo beirando os 2 GB, que é a quantidade de memória da GTX 960. Nos nossos testes, em nenhum momento ultrapassou os 2048 MB de memória em uso, e os FPS se mantiveram estáveis entre 58 e 66 a maior parte do tempo. Portanto, a GTX 960 tem boas condições para rodar o BF4 Multiplayer no Ultra e em FULL HD, mantendo na maior parte do tempo os 60 FPS.

Vamos agora fazer um teste rápido de overclock no jogo. Entre vários testes, determinamos o clock máximo estável em 1500 Mhz na GPU e 1953 Mhz na memória, valores bem interessantes, ainda mais se considerarmos que é uma 960 referência, com um sistema de refrigeração simples.

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Battefield 4 Ultra teste em stock - Peperaio Hardware

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Battefield 4 Ultra teste em overclock - Peperaio Hardware

Observamos um nítido aumento de aprox. 10 FPS, o que é bem satisfatório. O overclock nesse caso, pode ajudar a manter o jogo sempre em 60 FPS. Os FPS mínimos ficaram em 51, FPS máximos em 74 e a média em 61 FPS.

 

Tomb Raider

Agora vamos rodar o benchmark fixo do jogo Tomb Raider, que já é padrão nos testes aqui do canal. O benchmark será rodado com o Preset Ultra, FULL HD, 60 Hz, Vsync off e em tela cheia. Em jogos com benchmark fixo (como o Tomb Raider), o teste será rodado em stock e overclock simultaneamente, lado a lado.

Teste em jogos com a GTX 960 referencia - Tomb Raider preset Alta - Peperaio Hardware

E como vocês podem ver, a GTX 960 se sai muito bem nesse jogo, ficando acima dos 60 FPS o tempo todo. No teste em overclock com a GPU acima dos 1500 Mhz, temos um ganho significativo, de 8 a 15 FPS aproximadamente. Em ambos os testes, temos o uso de GPU estável em 98%, uso de memória abaixo de 1 GB e temperaturas razoáveis. É claro que, como é um teste que dura apenas alguns minutos, a placa não vai esquentar tanto quanto um gameplay de 30 minutos, como o teste anterior no BF4.

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Tomb Raider stock vs overclock - Peperaio Hardware

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Tomb Raider stock vs overclock resultado FPS - Peperaio Hardware

Vale ressaltar que o benchmark fixo não é exatamente igual ao jogo, dependendo da cena e da quantidade de detalhes no momento, o desempenho pode ser maior ou menor que vocês estão vendo aqui. O Benchmark fixo é útil para padronizar os resultados, e assim, permitir comparações justas entre resultados diferentes. Por isso o adotamos ao invés do gameplay.

Temos então no teste em stock, 66 FPS mínimos, 98 no máximo e 82 na média. Já no teste em overclock, um aumento interessante, são 78 FPS mínimos, 116 no máximo e 95 na média.

 

Shadow of Mordor

Vamos agora rodar mais um benchmark fixo, dessa vez, do jogo Shadow of Mordor, que é novidade nos nossos testes de jogos. O benchmark será rodado com as configurações indicadas pelo jogo para a placa, ou seja, nada foi alterado. As settings ficaram por padrão no alto e médio, com a tesselação, profundidade de campo e transparência independente da ordem ativadas.

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Shadow of Mordor Alto-Medio - Peperaio Hardware

Novamente, a GTX 960 mantem-se acima dos 60 FPS e com uso de memória dentro do seu limite de 2048 MB. Em ambos os testes, o uso de GPU está estável em 98%, e a temperatura no teste em overclock está mais alta, o que é normal, pelos motivos já explicados.

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Shadow of Mordor stock vs overclock - Peperaio Hardware

Teste em jogos com a GTX 960 referência - Shadow of Mordor stock vs overclock resultado FPS - Peperaio Hardware

Temos então no teste em stock 64 FPS mínimos, 357 FPS máximos, que podemos desconsiderar, pois ele pega esse valor alto no começo do teste. Os FPS mínimos ficaram em 45. Já no teste em overclock, temos um aumento significativo, 50 FPS mínimos, 584 na máxima e 73 FPS na média.

 

Crysis 3

Agora vamos rodar um jogo que é padrão em todos os testes do site, Crysis 3, lançado em 2013, e ainda hoje é um jogo muito pesado para as placas atuais. Faremos dois testes aqui, o primeiro teste será na primeira missão do jogo, onde temos chuva intensa e muitos elementos na cena. Em seguida, um teste de overclock na placa, e finalizando, vamos para a segunda missão do jogo, com bastante explosão e um cenário mais aberto.

Teste em jogos com a GTX 960 referencia pt-br - Crysis 3 Medio - Peperaio Hardware

Como vocês podem ver, estamos rodando com as settings no médio e o anti aliasing no FXAA. Estas são as configurações adequadas para poder jogar com 60 FPS na GTX 970, sem quedas bruscas de desempenho.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Crysis 3 Medio configurações - Peperaio Hardware

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Crysis 3 Médio desempenho - Peperaio Hardware

Apenas para efeito de comparação, rodamos também com o jogo setado no máximo, ou seja, Preset very high e MSAA8x, que resultaram em 21 FPS nessa primeira missão; e com overclock, 25 FPS, um desempenho próximo ao da GTX 970 em stock.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Crysis 3 Very High MSAA8x - Peperaio Hardware

E agora um teste rápido com a placa em overclock, observem que temos um aumento de 10 FPS, que pode ser crucial em momentos onde iria cair abaixo de 60. Nesse caso, o overclock na placa de vídeo pode melhorar a jogabilidade, por isso está sendo testado aqui.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Crysis 3 médio overclock - Peperaio Hardware

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Crysis 3 medio stock - Peperaio Hardware

Na segunda missão do jogo, temos um cenário mais aberto, de dia, e com bastante vegetação. Neste momento estávamos com 20 minutos de gameplay, e com as mesmas settings no médio e FXAA. Observem que mesmo com bastante explosão e ação, os FPS se mantém num valor muito aceitável, acima dos 60 o tempo todo e com poucas quedas. A temperatura da GPU estabilizada no limite de 80º, e o uso de memória de vídeo bem aceitável. O Crysis 3 mostra que é possível ter gráficos realistas com bastante eficiência no uso de memória da placa de vídeo.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Crysis 3 médio segunda missão - Peperaio Hardware

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Crysis 3 medio segunda missão - Peperaio Hardware

Temos os FPS mínimos em 62, FPS máximos em 111 e a média em 80 FPS, nesta segunda missão do jogo.

 

GTA V

Agora faremos um teste no jogo do momento, o tão aguardado GTA V. Estamos bem no começo do jogo, e vou fazer um passeio pela cidade para termos uma base do desempenho da placa neste jogo. Antes de mais nada, queremos destacar aqui que o jogo está bem otimizado, durante os 25 minutos de gameplay, não notamos travamentos ou bugs, apenas uma certa lentidão ao trocar de cenário, por exemplo, ao entrar em uma casa. Isso pode ser devido o fato do jogo estar instalado em um HD ao invés de um SSD, ou problemas no próprio jogo que possivelmente serão corrigidos no futuro. Fora isso, o jogo está muito bem.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V - Peperaio Hardware

Neste jogo nós preferimos otimizar as settings com o GeForce Experience, pois como são muitas configurações, fica mais difícil ir testando uma por uma as opções mais adequadas. E o Experience faz justamente isso, ele otimiza o jogo conforme a placa de vídeo usada, com o objetivo de trazer performance, qualidade visual, e claro, respeitando os limites da placa. Note que o tempo todo temos os FPS acima de 70, sem quedas abaixo de 60, e o uso de memória de vídeo bem próximo do limite, mas ainda abaixo dele. Durante todo o gameplay, em nenhuma vez o jogo ultrapassou o limite de memória, e isso claro é devido as settings otimizadas que estamos usando aqui.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V desempenho alto, muito alto FXAA 2 - Peperaio Hardware

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V desempenho alto, muito alto FXAA - Peperaio Hardware

As configurações de vídeo como vocês podem ver, está com quase tudo ativado, exceto o MSAA, TXAA, tesselação e efeito de profundidade de campo. O Anti Aliasing é o FXAA, que é leve, a qualidade das texturas, shaders, sombras e reflexos estamos usando no muito alta, e algumas outras configurações no alta. E mesmo com estas configurações bem elevadas, a GTX 960 está se saindo muito bem no jogo.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V settings - Peperaio Hardware Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V settings - Peperaio Hardware Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V settings - Peperaio Hardware Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V settings - Peperaio Hardware

Temos 61 FPS mínimos, 87 na máxima e 73 na média. Vale ressaltar que não consideramos os FPS máximos quando eu entro no menu, pois lá os FPS sobem para quase 200. Entram na conta só os FPS durante o jogo. Agora vamos fazer o teste em overclock:

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V stock - Peperaio Hardware Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Grand Theft Auto - GTA V overclock - Peperaio Hardware

Observamos um aumento significativo de FPS, aproximadamente 12, e novamente falando, em certos casos um simples overclock pode ajudar a GPU a manter-se acima dos 60, no nosso caso aqui, em momentos com explosões, tiroteios e bastante coisa acontecendo ao mesmo tempo, 10 FPS a mais pode ser de grande ajuda pra manter a fluidez no jogo.

 

Dying Light

Agora vamos fazer um teste rápido no jogo Dying Light, outro jogo que foi muito bem votado na nossa enquete, por ser recente, bem pesado e exigente. Quando o jogo foi lançado, tinha muitos bugs, quedas bruscas de desempenho. Após um certo tempo, os patchs foram corrigindo estes bugs, e agora o desempenho está muito bacana.

Teste em jogos com a GTX 960 referencia pt-br - Dying Light Media, Alta - Peperaio Hardware

Novamente otimizamos o jogo pelo Experience, mas ficou um pouco pesado ainda. O Experience setou a qualidade das texturas no alto, mas achamos melhor colocar no médio e deixar outras settings no alto, pra que o jogo pudesse ficar próximo dos 60 FPS sem problemas. Como vocês podem ver, este é mais um game muito pesado e muito bonito, e a GTX 960 também dá conta do recado nestas configurações, ficando acima dos 50 FPS na maior parte do tempo. Se você reduzir um pouco mais as configurações ou fazer overclock, os FPS sobem acima de 60, o que ajuda bastante na experiência do jogo.

Teste em jogos com a GTX 960 referencia pt-br - Dying Light Settings - Peperaio Hardware

O destaque fica para o uso de memória da placa de vídeo, praticamente do limite dos 2048 MB. Sabemos que quando ultrapassa o limite de memória, podem ocorrer travamentos e quedas de desempenho, por esse motivo, é recomendado rodar ou com configurações mais baixas, ou com uma placa com mais memória, por exemplo a GTX 960 de 4 GB. No nosso caso aqui, em nenhum momento houve travamentos ou quedas bruscas de desempenho, mas é importante destacar que isso varia conforme a cena do jogo.

Vamos ao nosso tradicional teste rápido de overclock para mensurarmos o desempenho da placa com alguns Mhz a mais. Novamente, temos 15-20% de desempenho extra ao realizar o overclock, o que garantiu aqui os FPS acima de 60. A temperatura fica bem alta, mas conforme já explicamos, basta um ajuste no afterburner e ela ficará mais estabilizada. Claro que, este é o overclock máximo estável que atingimos, um usuário comum pode aumentar um pouco menos, e assim ter mais performance sem aumentar tanto a temperatura da GPU.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Dying Light Stock - Peperaio Hardware Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Dying Light Overclock - Peperaio Hardware

Os FPS mínimos ficaram em 41, o máximo em 67 e a média em 62. Ressaltamos que estes valores são obtidos dos dois testes, ou seja, o mínimo, a máxima e a média de FPS que o teste em stock e overclock obteram juntos. Vamos para o próximo jogo.

 

Far Cry 4

E pra fechar essa sequência de testes na GTX 960, chegou a hora do Far Cry 4. O game foi lançado no final do ano passado, conta com gráficos muito bonitos e claro, é muito pesado. De lá para cá já saíram vários patchs e drivers que foram trazendo mais desempenho para as placas, e este teste foi feito com tudo atualizado, como é de praxe aqui no canal.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Far Cry 4 - Peperaio Hardware

Escolhemos o Preset de qualidade Alta, que permite gráficos muito bonitos, mantendo os 60 FPS o tempo todo; e claro, dentro do limite de memória da placa de vídeo, que é o nosso objetivo aqui. Mais uma vez temos uma boa jogabilidade, sem quedas bruscas ou travamentos. O uso de GPU permanece muito estável assim como nos outros testes em 98% e a temperatura da GPU no seu limite pré-estabelecido, 80º.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Far Cry 4 Settings - Peperaio HardwareTeste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Far Cry 4 Desempenho - Peperaio Hardware

E para encerrar o teste, vamos fazer o teste de overclock. Tivemos um pequeno aumento de 10% na performance, menor que nos outros testes, pois a temperatura da GPU já se encontrava alta. E conforme explicamos, para manter a temperatura baixa, a placa de vídeo reduz automaticamente o clock; ao invés dos 1500 Mhz, chegamos a apenas 1468 Mhz. Para finalizar, tivemos os FPS mínimos em, máximos em e média em.

Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Far Cry 4 stock - Peperaio Hardware Teste em jogos com a GTX 960 referência pt-br - Far Cry 4 overclock - Peperaio Hardware

Espero que vocês tenham gostado deste artigo com vídeo, ficou um pouco longo (muito longo), mas procuramos detalhar muito bem cada teste, para que você que pretende adquirir uma GTX 960 ou tem uma placa concorrente e quer comparar, possa fazer isso da forma mais justa e transparente possível.

Não se esqueça de compartilhar com seus amigos. O próximo artigo será o teste de temperatura, consumo e ruído com a placa em stock e overclock. Nos vemos em breve, até mais!

2 comentários
  • Anderson - 13 de junho de 2015

    Valeu amigo por você contribuir para o nosso esclarecimento. Isso ajuda em muito na hora de decidir que modelo de placa de vídeo comprar. Obrigado!

  • Fernando - 12 de outubro de 2015

    Qual os clocks de memoria que você utilizou? Utilizou o msi afterburner? Tenho uma placa igual e tou pretendendo fazer um over… Queria umas dicas. abs!