Review Colorful B450M-G Deluxe

Lucas Peperaio
06/10/2020
Review

Hoje eu vou revisar novamente uma placa-mãe Colorful, modelo Battle-AX B450M-G Deluxe V14 e eu ainda tento entender o significado do V14. Para quem não lembra eu testei uma placa-mãe Colorful na virada do ano (acompanhe o vídeo no canal), uma versão um pouco mais simples, B450M HD e o VRM dela queimou durante os testes, mas principalmente, a placa tinha uma BIOS bem bizarra que faltava recursos básicos como XMP, RAM 3000 ou 3400 Mhz não existia, não tinha sequer uma função de atualização de BIOS pela interface, era preciso fazer via linha de comando. Ou seja, a BIOS parecia não finalizada. Além disso o site era confuso e não explicava bem o suporte de TDP, e não tinha novos AGESA implementados pela AMD na placa.

Pois hoje vamos ver nesse artigo, como as coisas estão neste modelo, que é um pouco superior.

Unboxing

Colorful B450M-G - Unboxing

Colorful B450M-G - Caixa (Frente)

Colorful B450M-G - Caixa (Back)

Começando pela caixa do produto, é praticamente igual ao da versão MHD que eu testei, com algumas inscrições em Chinês pois é um produto originalmente feito lá. Na parte de trás vemos um resumo dos recursos com especificações gerais. Por dentro a placa em plástico anti-estático, 2 cabos Sata 6Gbps, espelho traseiro pintado em preto, manual em chinês e em inglês, além de um DVD de drivers.

Overview

Para quem assistiu ao outro vídeo lá no canal, vemos algumas melhorias claras aqui.

Colorful B450M-G - Parte inferior

Colorful B450M-G - Slot (Memória)

Colorful B450M-G - VRM

Agora a placa tem mais um slot X16, tem 4 slots de RAM e um dissipador no VRM maior, o que deve ajudar nas temperaturas. O PCB da placa segue todo preto, com inscrições fortes e bem definidas em cima dos recursos.

Colorful B450M-G - Placa (Frente)

Colorful B450M G - Placa (Back)

Trata-se de mais um modelo MicroATX medindo 24.5 por 24.5cm, compatível com a maioria dos gabinetes atuais. Quanto as opções para fans ou bombas, segue a mesma da outra placa. CPU_FAN obrigatório e apenas um SYS_FAN na parte de baixo, obrigando o uso de um Spliter para poder ligar mais de uma fan. Em contrapartida, onde normalmente tem uma conexão para fan, existe um header RGB 12V.

Colorful B450M-G - Soquete

O socket é o velho de guerra AM4, que persiste desde 2017 recebendo várias gerações. No site da Colorful é informado que já há o suporte para os RYZEN da terceira, mas esta placa eu comprei na China com a BIOS desatualizada, precisei usar um RYZEN da segunda geração para atualizar para a terceira. No site diz suportar até o RYZEN 7 3800x de 105W, portanto eu não vou colocar o RYZEN 9 aqui.

Colorful B450M-G - VRM (Sem dissipador)

Colorful B450M-G - Dissipador 1

Colorful B450M-G - Dissipador 2

O VRM da placa é quase igual ao da outra B450M-HD, mudando o dissipador que é mais robusto que ajuda nas temperaturas. O circuito começa com um conector ATX 12V + indutor 80nH, 5 capacitores sólidos 270uF 16V na entrada e 11 capacitores sólidos 560uF 2.5V, dois a mais que na versão M-HD. São 4 fases para Vcore e 2 fases para SOC e gráficos integrados, utilizando os mesmos Mosfets Alpha e Omega 1x AON6414A 30A de Alta e 2x AON6354 52A de baixa, com o PWM  RT3667BB em modo 4+2, que é um VRM típico de placas B450 e A320 baratas.

Colorful B450M-G -Slot Memória (Cima)

A placa conta com 4 slots de RAM com suporte a 64GB de RAM em Dual Channel e até 3200 Mhz em overclock. Eu fiz o teste com 4 kits de RAM, Teamgroup Vulcan 3000 Mhz, GSkill SniperX 3400 Mhz, HyperX Predator 3600 Mhz e GSkill TridentZ Royal 3600 Mhz, todos funcionaram, porém pela BIOS não ter o suporte aos valores de RAM 3000 e 3400, eu precisei usar 3333 ao invés de 3400 e 2933 ao invés de 3000 Mhz. Na lateral da placa vemos o VRM da memória e conector ATX 24 pinos.

Colorful B450M-G - Chipset

Colorful B450MG - Inferior

Na parte de baixo, vemos que o chipset foi movido para próximo da placa, algo que eu ainda não entendi. Embaixo os headers do painel frontal, speaker, clear CMOS, 4 portas SATA viradas para cima, porta serial, duas USB 2.0 frontais, uma 3.0 frontal, áudio frontal.

Colorful B450MG - Inferior (M.2)

A placa tem um único slot M.2 com suporte a SSDs PCIe e SATA até 2280. Dois slots PCI Express para placas de vídeo e placas no geral, um deles com blindagem adicional, que é o mais recomendado para placa de vídeo. O segundo slot estranhamente é eletricamente X16, embora ele só receberá 4 lanes PCI Express do chipset, funcionando em X4 3.0. A placa informa o suporte a Crossfire, mas este último slot está estranhamente alinhado com as 4 Satas, e mesmo com o cabo SATA em ângulo é difícil encaixar junto com uma placa de vídeo.

Colorful B450MG - Conexões

No painel traseiro, 6 portas USB. Duas 2.0, duas 3.1 Gen 1 5Gbps, uma delas Tipo C, e duas 3. Gen 2 10Gbps. PS/2 mouse e teclado, HDMI, VGA e DVI para uso em gráficos integrados, o que facilita para usar múltiplos monitores se for o caso. Rede Gigabit e áudio simplificado com o antigaço Codec ALC662.

 

Teste de temperatura

Abaixo será apresentado fotos com a câmera térmica FLIR, mostrando as variações térmicas nos componentes próximo ao processador, afim de identificarmos em teste de estresse, as maiores temperaturas bem como a eficiência de dissipação na placa-mãe.

Colorful B450MG - 3100 - Blender

Na minha metodologia de testes com a temperatura ambiente 32 graus e em bancada aberta, ao rodar um teste de Stress em Blender por 15 minutos com o RYZEN 3 3100 exigindo cerca de 30A, o VRM se manteve bastante frio, sem complicações. Basicamente a mesma temperatura foi observada quando eu apenas rodei um game por 15 minutos, 46 graus.

Colorful B450M-G - 3600 - Blender

Passando para um Six Core, RYZEN 5 3600 em Blender Classroom, cuja exigência subiu para 40A, o VRM ainda se manteve em excelentes temperaturas, o mesmo que foi observado quando rodamos apenas um game.

Colorful B450M-G - 3700x - Blender

Com um Octa Core, RYZEN 7 3700x, apesar da exigência ter subido para 50A, o VRM se manteve frio quanto o teste do 3600, pois este cooler Wraith Prism do 3700x sopra mais em cima do VRM em relação ao Stealth. Em game, nada o que comentar, ótimas temperaturas.

Colorful B450M-G - 2700x - Blender

Partindo para um CPU de 105W, RYZEN 7 2700x, cuja exigência disparou para 82A, a placa se mostrou fria e estável, segurando perfeitamente. Em game, mais uma vez excelentes temperaturas.

Colorful B450M-G - 3700x - OC

Colorful B450M-G - 2700x - OC

Em overclock com o RYZEN 7 3700x 4.1 Ghz 1.44V em Blender com a corrente em 65A, usando um Watercooler, 82 graus, ainda bastante tranquilo. Mas a placa derrapou onde a maioria das B450 também derrapam. Quando passamos de 100A no VRM, como é o caso do 2700x em overclock no Blender ou um RYZEN 9 em stock, a temperatura extrapolou para 127 graus e o calor irradiou para os componentes ao lado.

A placa não fez Thermal Throttling, ou seja, não reduziu o clock ou desligou o PC, e isso é perigoso, pois o VRM iria continuar esquentando até queimar, tal como aconteceu com a outra placa. Se eu deixasse mais, provavelmente teria mais uma placa-mãe com o VRM queimado.

Portanto a indicação de CPU para esta placa é até o RYZEN 7 2700x e RYZEN 7 3800x em stock. Para overclock, no máximo um 3700x, embora eu evitaria nesta placa. E pelos testes ficou claro que este dissipador é mais robusto, pois proporcionou melhores temperaturas em diversos cenários.

 

BIOS

Antes de irmos para a UEFI BIOS, como eu disse antes, a placa não estava atualizada para a terceira geração e eu precisei fazer isso manualmente. Bizarramente a Colorful não implementou um update de BIOS pela interface, sendo necessário fazer via linha de comando ou no boot MSDOS ou no Windows, como eu fiz, o que parece arriscado para um usuário leigo. Na UEFI, nada mudou. Os menus são até organizados e com ícones, mas falta o básico.

Por exemplo, não existe XMP. Isso mesmo, você precisa setar tudo manualmente, frequência, tensão, timings se quiser aproveitar tudo da sua memória RAM. E para piorar, nem os timings completos tem, apenas os básicos.

Colorful B450M-G - Bios

A Colorful colocou simplesmente perfis genéricos de RAM, chamados de Easy Mode, que lista alguns perfis que podem não corresponder a frequência e timings exatos da sua memória. E nessa lista não existe RAM 3000 Mhz, ou 3400. Não existe Load Line Calibration, e as opções de OC são extremamente limitadas, de forma com que eu preferi fazer o overclock pelo RYZEN Master. Ou seja, a BIOS está incompleta para quem quer fazer um ajuste básico no seu hardware.

 

Conclusão

A Colorful é um dos maiores fabricantes da China e tem aparecido no Brasil há um tempo oferecendo boas placas de vídeo, tal como as que eu mostrei para vocês, GTX 1650, 1650 Super, 1660 Ti. Mas em placa-mãe ainda falta uma atenção, especialmente nestas linhas mais básicas e em específico, na BIOS da placa, que falta recursos básicos e está aparentemente abandonada, um ano sem atualização e a AMD já liberou vários Agesas que melhoram a estabilidade e performance.

O Hardware em si não é ruim, houve um bom suporte a RAM de alta frequência, boas temperaturas no VRM do 2700x para baixo. São placas que tem aparecido em bons preços, normalmente entre as mais baratas com socket AM4. Falta só um capricho na BIOS para eu recomendar com tranquilidade. Por hora, até que resolvam pelo menos os recursos básicos da UEFI BIOS ou que ao menos deem um sinal que estão trabalhando em melhorias, eu não recomendo este modelo.

Para um uso básico, visando o baixo custo, para quem nem vai entrar na BIOS e quer pagar pouco hoje, OK, a placa funciona como qualquer outra.

A outra placa que eu testei, B450M-HD após a repercussão do vídeo e o report que eu passei para a Colorful, recebeu novas BIOS e eles definiram melhor qual CPU é suportado. Mas esta que é uma versão até superior, não recebeu. Talvez depois do vídeo lá do canal e do artigo aqui do site, algo aconteça.