Review Gainward GTX 1650 Super Pegasus OC 4GB

Lucas Peperaio
16/12/2020
Review

Hoje nós vamos analisar mais um modelo de GTX 1650 Super, GPU que chegou para oferecer uma melhora significativa em relação a primeira GTX 1650. E de uma marca que tem chegado aos poucos no Brasil, Gainward, pertencente ao grupo Palit que também é dona da Galax. Tenho em mãos a Gainward GTX 1650 Super Pegasus OC 4GB Mini, uma pequena notável que será analisada em sua construção interna, estabilidade de clock e temperatura. Será que este modelo Mini esquenta demais?

 

Overview

Gainward GTX 1650 Super - Caixa e placa - 2

O movimento SUPER iniciado em 2019 criou as versões melhoradas dos chips originais Turing 16. Inicialmente foram lançadas as placas GTX 1660, GTX 1660 Ti e GTX 1650. Posteriormente, a NVIDIA trouxe a GTX 1660 Super, que implementa a RAM GDDR6 mais nova na placa, e mais recentemente a GTX 1650 Super, também oferecendo RAM GDDR6 em relação a antiga GDDR5, mas também com especificações mais robustas na GPU em relação a GTX 1650 original, chegando a ser de 35 a 40% mais rápida que ela.

Gainward GTX 1650 Super - Placa (Frente - 1)

 

RX 5500XT GTX 1060 GTX 1650 Super
GPU Navi 14 GP106 TU116
Shaders 1408 1280 1280
TMUs 88 80 80
ROPs 32 48 32
Clock da GPU 1685 / 1845 Mhz 1506 / 1709 MHz 1530/ 1770 Mhz
Clock da Memória 14000 MHz 8000 MHz 12000 Mhz
Tamanho da Memória 8 GB GDDR6 6 GB GDDR5 4 GB GDDR6
Barramento da Memória 128-bit 192-bit 128-bit
Largura de Banda 124 GB/s 192 GB/s 192 GB/s
TDP 130W 120W 100W
Energia 1×8-pin 1×6-pin 1×6-pin
Preço no lançamento US$ 199 US$ 299 US$ 219

Nas especificações, aqui temos uma GPU TU116 da arquitetura Turing, desenvolvida em 12nm pela TSMC, lançada em 22 de novembro de 2019. Conta com 1280 Cuda Cores, 80 TMUs, 32 ROPs, 4GB de memória GDDR6 em 128 bits e frequência 12Ghz, resultando em 192 GB/s de largura de banda.

Gainward GTX 1650 Super - Caixa e placa - 2

A placa tem um visual bastante simples, pois trata-se do modelo de entrada da marca. A alta eficiência da arquitetura Turing aliado ao baixo TDP do chip de apenas 100W, possibilita um projeto compacto com boas condições de ruído e temperatura que veremos adiante. Seus 16.8CM de comprimento a torna inclusive, uma boa candidata a um PC Mini ITX com foco em jogos.

Gainward GTX 1650 Super - Placa (Logo)

Sua construção é toda em plástico, em cima vemos a logo GeForce GTX sem iluminação e um conector de alimentação obrigatório de 6 pinos. Em relação as placas GTX 1650 comuns, a Super, por oferecer um maior salto de desempenho, necessitou da alimentação extra. Ainda assim, a fonte mínima recomendada é de apenas 350W.

Gainward GTX 1650 Super - Placa (Back)

Gainward GTX 1650 Super - Conexões

Atrás não há um backplate e a placa conta com uma conexão DVI, uma HDMI e uma DP.

 

Construção

Gainward GTX 1650 Super - Dissipador - 1

Gainward GTX 1650 Super - Dissipador - 2

Igualmente a sua construção é muito simples. Um dissipador de alumínio cobre essencialmente a GPU e nada mais, portanto VRM e memórias seguem descobertas. No entanto, existem aletas que auxiliam na passagem de ar para o PCB, ajudando a arrefecer o VRM e dois dos módulos de RAM, os na lateral da placa. Os dois módulos de cima ficam mais quente e veremos isso depois pelas imagens térmicas.

Gainward GTX 1650 Super - PCB

No PCB vemos na entrada do slot PCI Express um resistor Shunt para medição de carga e um indutor 1uH. No plug 6 pinos, outro circuito semelhante, adicionando um capacitor para a filtragem inicial. Compensando a falta de um dissipador no VRM, a Gainward adotou o uso de DrMOS nos estágios de energia ao invés de Mosfets simples, o que tende a produzir menos calor. São os NCP302150 da OnSemicondutores que entregam 45A e contam com recursos de proteção como o desligamento preventivo em caso de alta temperatura. Existe um por fase, sendo 3 fases para a GPU, que fornece corrente o suficiente para a GTX 1650 Super trabalhar com alguma folga, mesmo em overclock. Na entrada existem três capacitores 270uF 16V 5K e na saída, 5 capacitores 820 3V 5K, com indutores 22nH. O PWM utilizado é o uP9529P.

Levando em consideração a frequência de chaveamento de 500 Khz, tensão de entrada 12V, tensão de saída 1V, e corrente em 100A, que seria o estimado para o uso padrão da placa, as perdas de calor devido a condução e comutação, ou simplesmente, a dissipação do VRM estaria na casa dos 10,5W, um valor OK considerando que existe uma ventilação. Como a placa não tem ajuste de Power Limit, não precisamos estimar em overclock.

A RAM tem um VRM a parte, e este é de apenas uma fase, utilizando um Single Phase 7212 Buck Controller, com mosfets simples SM4377 e SM4503. A placa poderia ter até duas fases, sendo a segunda na área de baixo, mas existe apenas o espaço vazio dos componentes. Os chips de RAM são os famosos Micron D9WCW rotulados para 12Ghz, em 4 módulos de 1GB.

 

Informações dos testes

 

Configuração da bancada de testes

Placa Mãe: GIGABYTE Z370 XP SLI
Processador: Core I7 8700K 4.7 GHz
Memória RAM: HyperX Predator 3000 MHz CL15 2x8GB
VGA: Gainward GTX 1650 Super Pegasus OC
PSU: EVGA 1000G2
SSD: Teamgroup L3 Evo 240GB (SO)
SSD: WD 1TB Blue (Games)
Cooler: CM MasterLiquid Pro 280
SO: Windows 10 64 Home

Bancada de Teste - Intel

 

Testes

Considerando o poder de fogo da placa, vamos conferir os testes na sua resolução alvo, rodar os games em 1080p Alto/Ultra.

 

Assassin’s Creed Odyssey

Jogo da Ubisoft lançado em 5 de outubro de 2018, com sua ambientação na Grécia Antiga, mostra cenários complexos e exigente para o hardware, um mundo aberto e vasto para explorar inúmeras possibilidade com sua jogabilidade e mecânicas reformuladas dentro da franquia com maior foco no RPG de ação. Criado com a engine AnvilNext 2.0, e a API é DirectX 11.

Em AC Odyssey, um dos jogos mais pesados da geração, 66 FPS na média rodando no Alto, entre a RX 590 e 5500 XT 8GB.

Gainward GTX 1650 Super - 1 - AC Odyssey

 

Battlefield V

BF5 é um jogo de tiro em primeira pessoa com foco no multiplayer online, teve seu lançamento no dia 20 de novembro de 2018. Desenvolvido pela EA DICE e Criterion Games, jogo foi um dos primeiros jogos a apresentar tecnologias recentes como Raytracing. Criado com a engine Frostbite 3, e tem suporte ao DirectX 11 e ao DirectX 12.

Em BF5 rodando no Ultra, 73 FPS na média, entre a RX 570 e GTX 1660.

Gainward GTX 1650 Super - 2 - BF5

 

GTA 5

GTA 5 que foi lançado em abril de 2015, um dos jogos mais aguardados para PC dos últimos anos e sucesso de crítica e premiações. Entre promessas e muitos adiamentos – já que ele foi lançado antes nos consoles – chega ao PC com gráficos ainda mais bonitos. Desenvolvido pela Rockstar Games, ainda hoje é um dos jogos mais jogados da atual geração. Criado na engine RAGE.

Em GTA 5 no Ultra e MSAA 2x, 75 FPS na média, pouco superior em relação a 5500 XT. GTX 1060 ainda levou vantagem.

Gainward GTX 1650 Super - 3 - GTA 5

 

Metro Exodus

Jogo de tiro em primeira pessoa de sobrevivência, foi lançado em fevereiro de 2019. Desenvolvido pela 4A Games, ele é o terceiro título da franquia. Mostrando cenários detalhados e extremamente bonitos, jogo trouxe recursos tecnológicos recentes como Raytracing e DLSS utilizando a API DirectX 12. Criado com a 4A Engine.

Em Metro Exodus no Ultra com Tess, Physx e Hairworks Off, 64 FPS na média, consideravelmente superior em relação à GTX 1050 Ti, mas inferior a RX 570.

Gainward GTX 1650 Super - 4 - Metro Exodus

 

Red Dead Redemption 2

RDR2 desenvolvido pela Rockstar Games, foi lançado em novembro de 2019 para PC (1 ano após o lançamento da versão dos consoles,) sendo um dos jogos mais aguardados pelos jogadores de PC, até mesmo antes da confirmação do jogo para a plataforma, tamanha a empolgação e esperança. Um dos títulos mais aclamados da geração, ele possui temática e ambientação no velho-Oeste, mostrando cenários deslumbrantes e rico em detalhes, bem como uma narrativa densa. Criado na engine RAGE.

Em Red Dead Redemption 2, 58 FPS rodando com gráficos customizados no Alto, posicionada entre a 5500 XT 8GB e RX 580, bem superior em relação a placas da geração passada como RX 570 e GTX 1060.

Gainward GTX 1650 Super - 5 - RDR2

 

Shadow of the Tomb Raider

Terceiro jogo da franquia após o seu reboot em 2013, jogo foi lançado em setembro de 2018. Desenvolvido pela Eidos Montréal, título apresenta excelentes gráficos e ambientação imersiva. Trazendo recursos recentes como o Raytracing, sendo um dos primeiros a ter suporte à tecnologia. Criado na engine Foundation, e com suporte ao DirectX 12.

Em Shadow of the Tomb Raider no Ultra TAA, 62 FPS na média, entregando um desempenho mais consistente que a GTX 1060 6GB, ainda abaixo da RX 580.

Gainward GTX 1650 Super - 6 - Shadow of the Tomb Raider

 

The Witcher 3

The Witcher 3 foi desenvolvido pela CD Project Red, sendo lançado em maio de 2015. Considerado como um dos maiores títulos de RPG de ação da história dos games. Ambientado em um vasto mundo aberto recheado de missões secundárias e com uma narrativa densa, jogo é baseado na série de livros do escritor polonês Andrzej Sapkowski, sendo o terceiro título da franquia. Criado na REDengine 3, com suporte ao DirectX 11.

Por fim em Witcher 3, 64 FPS no Ultra com Hairworks, empatada tecnicamente desde a GTX 1060 até a RX 590.

Gainward GTX 1650 Super - 7 - Witcher 3

Temperatura

A performance, como vimos, é similar as outras placas GTX 1650 Super. Mas, e a temperatura? Um modelo compacto de uma fan dá conta do recado?

Gainward GTX 1650 Super - 8 - Progresso da Temperatura

Gainward GTX 1650 Super - 10 - 3DMark TimeSpy

Rodando o 3DMark TimeSpy Extreme Stress Teste por 30 minutos em temperatura ambiente 32 graus, a Gainward segurou uma temperatura razoável, 69 graus na média. Enquanto isso, um modelo Dual Fan da Gigabyte segurou 4 graus abaixo.

Gainward GTX 1650 Super - Frente (flir)

Gainward GTX 1650 Super - Logo (flir)

Gainward GTX 1650 Super - Back (flir)

Nas imagens térmicas, temperaturas amenas na parte frontal. Por cima, 72 graus no ponto mais quente, que é a GPU, exatamente a mesma medição máxima do software. Por trás, a falta do backplate permite vermos os hotspots com mais clareza. Chips de memória são os mais quentes, atingindo 78 graus, temperatura OK para este tipo de chip GDDR6, visto em vários projetos aqui no canal. VRM em 74 graus, mesmo sem dissipador, está em boas condições.

 

Teste de Frequências

No progresso da frequência, em 30 minutos de teste a placa permaneceu 100% do tempo acima do clock base e clock boost típico, mostrando boa margem no projeto.

Gainward GTX 1650 Super - 9 - Progresso da Frequência

Média de clock em 1875 Mhz. Apesar da placa ser limitada pelo Power Limit, não sendo possível subir além de 100%, é possível aplicar um overclock nela. Setei a RAM em 14Ghz, 2 Ghz acima do padrão, e a GPU beirando os 2010 Mhz, onde a placa apresentou um salto de desempenho de quase 7% em 3DMark TimeSpy DX12.

 

Conclusão

Chegamos ao final de mais um review, e este é o segundo modelo analisado da GTX 1650 Super, o primeiro foi da Gigabyte Windforce OC que vocês podem conferir lá no canal. Concluo dizendo que a construção da placa é OK, na minha opinião poderia ser melhor trabalhada no dissipador do cooler, em especifico na área das memórias e VRM que estão descobertos, seria um ponto interessante visto que é uma placa compacta e que pode ser utilizada em gabinetes igualmente compactos, como os Mini ITX, que normalmente são mal ventilados.

Gainward oferece 2 anos de garantia em suas placas, um bom diferencial em relação a marcas que oferecem 1 ano.

Em relação ao preço, infelizmente o país passa por um momento complicado e os preços dispararam. Faço este review com a esperança de quem em um futuro próximo, os preços se normalizem e as pessoas voltem a procurar este artigo e o vídeo lá no canal, para ver a performance.

Até uns meses atrás, esta placa era encontrada entre 750 e 850 reais, que era um preço razoável para uma placa que começa a brigar no segmento intermediário. Em relação a GTX 1650 comum, vale bem mais a pena, pois normalmente as duas placas aparecem em preços muito próximos. Em relação a placas como RX 570, oferece maior desempenho e melhor eficiência energética, se posicionando na briga contra a RX 580 e atual RX 5500 XT 4GB.