Review Gigabyte RX 5600 XT Gaming OC 6GB – Construção Interna / BIOS 150 vs 180W / Comparativos

Lucas Peperaio
04/02/2021
Review

Um dos lançamentos mais falados do ano foi a tão aguardada RX 5600 XT, aquela que faria concorrência com a GTX 1660 Ti. Mas no meio do caminho, ela passou a concorrer com a RTX 2060 também. Hoje vamos analisar o modelo intermediário da Gigabyte, A RX 5600 XT Gaming OC 6GB e neste artigo veremos como ela ficou após a atualização de BIOS que promete trazer mais desempenho para ela em relação as suas concorrentes. Vamos analisar o projeto interno e como a temperatura e os clocks foram afetados.

 

Overview

RX 5600 XT 6GB - Placa (Frente)

RX 5600 XT 6GB - Caixa (Frente)

RX 5600 XT 6GB - Caixa (Back)

Já faz um tempo que o mercado esperava por mais concorrência no setor da GTX 1660 Super à RTX 2060, cenário onde a NVIDIA estava sozinha. Estava, pois a RX 5600 XT chegou para concorrer em duas frentes diferentes. Resumidamente, quando a NVIDIA soube da performance e preço da RX 5600 XT, imediatamente reduziu o preço da sua RTX 2060 para $300, pouco acima do preço original da 5600 XT, entregando mais desempenho. Como resposta, a AMD liberou uma BIOS que acelera a GPU e RAM, tornando esta placa competitiva com uma placa antes não planejada.

 

RTX 2060 GTX 1660 SUPER RX 5600XT
GPU TU106 TU116 Navi 10
Shaders 1920 1408 2304
TMUs 120 88 144
ROPs 64 48 64
Clock da GPU 1365/ 1680 Mhz 1530/ 1785 MHz 1670 / 1750 Mhz
Clock da Memória 14000 MHz 14000 MHz 14000 Mhz
Tamanho da Memória 6 GB GDDR6 6 GB GDDR6 6 GB GDDR6
Barramento da Memória 192-bit 192-bit 192-bit
Largura de Banda 336 GB/s 336 GB/s 336 GB/s
TDP 160w 125W 160W
Energia 1 x 8-pin 1 x 8-pin 1 x 8-pin
Preço no lançamento US$ 349 US$ 229 US$ 279

Hoje, RX 5600 XT se destina ao público que quer margem tanto para Full HD quanto para Quad HD em qualidade no Alto ou Ultra com FPS variando acima dos 60, dependendo da configuração gráfica. Ela é equipada com o chip Navi 10 da arquitetura RDNA 1 com litografia 7nm, contando com 2304 Stream processors, 144 TMUs, 64 ROPs, 6GB de RAM GDDR6 no barramento 192 bits e, após o update, saiu de 12Ghz para 14Ghz, que resulta na nova largura de banda de 336 GB/s. Com o novo TDP de 160W, oferece os clocks 1670 Game e 1750 Boost, superiores ao padrão anterior de 1560 e 1620 MHz. Com isso, ela se posiciona ainda mais perto da RX 5700.

RX 5600 XT 6GB - Placa e Caixa - 1

RX 5600 XT 6GB - Backplate

RX 5600 XT 6GB - Backplate (Solto)

O modelo Gaming OC é visivelmente o mesmo de outros projetos da Gigabyte, tanto da NVIDIA quanto da AMD. Conta com três fans de 80mm com recurso Fan Stop e design de giro inverso na fan do meio, que segundo a Gigabyte proporciona melhor Airflow. Atrás vemos um backplate todo fechado, de metal, que trás um reforço adicional para a placa.

RX 5600 XT 6GB - Logo

RX 5600 XT 6GB - Conector de Energia

A placa é de plástico pintado em preto e cinza. Em cima vemos o design semiaberto da placa com a logo Gigabyte sendo a única área com iluminação na placa, configurável via software. A placa conta com apenas um conector de 8 pinos, sendo a fonte mínima recomendada pelo fabricante de 450W.

RX 5600 XT 6GB - Conexões

Ela conta com uma saída HDMI 2.0 e três Display Port 1.4. Como era de se esperar de uma Triple Fan, ela é bem grande. São 27.9cm de comprimento, 11.4cm de altura e 5cm de largura, passando um pouco de dois slots.

 

Construção

RX 5600 XT 6GB - Dissipador (Frente)

RX 5600 XT 6GB - Dissipador (Lado)

RX 5600 XT 6GB - Dissipador (Cima)

RX 5600 XT 6GB - Placa (Deitada)

Desmontando a placa, vemos o sistema de refrigeração, que conta com três blocos interligados via 5 heat pipes de cobre, que unidos se achatam para formar o contato com a GPU, demonstrado pela pasta térmica. Ao lado, uma base de alumínio com thermal pads fazem contato com todos os chips de memória, e no outro conjunto do dissipador vemos uma área dedicada para os DrMOS e indutores. Assim como em outros projetos, A Gigabyte aproveita o backplate para uma função passiva de dissipação, colocando thermal pads por trás da GPU e memórias, ajudando a retirar o calor destes componentes, espalhando pela chapa.

RX 5600 XT 6GB - PCB (Frente)

Finalmente no PCB da placa, este é basicamente o mesmo utilizado na RX 5700 XT da Gigabyte, porém com menos fases e menos componentes, como capacitores, indutores e módulos de memória. Vemos um indutor 1uH e capacitores na entrada do PCI Express para a filtragem inicial.

RX 5600 XT 6GB - PCB (Back)

Pelo lado de trás, vemos resistores e um fusível para proteção, o que é ótimo. Na entrada de energia 8 pinos vemos outro indutor 36nH e capacitores, além de uma série de resistores, alguns deles provavelmente atuando como fusistores para proteger a placa contra problemas. No estágio de filtragem vemos 8 capacitores sólidos 270uF 16V e uma série de capacitores de cerâmica por baixo. Na saída, 9 capacitores 270uF 2.5V.

A Gigabyte adotou como estágio de energia os DrMOS AOZ5332QI de fornecimento contínuo 50A cada e tolerância 150 graus, que incluem Mosfet de alta, de baixa e driver Mosfet em um único encapsulamento. Eles são controlados pelo IR35217 que é um dos melhores PWM do mercado, que fica por trás do PCB. Das 7 fases possíveis, foram adotadas 5 fases para a GPU + 1 para SOC, que é suficiente para a necessidade dela.

Para a RAM foi adotada apenas uma fase das duas possíveis, já que foi removido o indutor e o DrMOS da segunda fase que fica no topo ao lado do VRM principal. O PWM é o NCP81022. O outro circuito ao lado refere-se ao VDDCI, uma fase. Os chips de RAM são Micron D9WCW rotulados para trabalharem em 14Ghz, por isso não houve problemas para que esta placa rodasse com as RAMs dos 12Ghz para os 14Ghz.

Para uma placa de categoria Budget dentro da linha RX 5600 XT, o PCB está bastante decente.

 

Informações dos testes

 

Configuração da bancada de testes

Placa Mãe: GIGABYTE Z370 XP SLI
Processador: Core I7 8700K 4.7 GHz
Memória RAM: HyperX Predator 3000 MHz CL15 2x8GB
VGA: Gigabyte RX 5600 XT Gaming OC 6GB
PSU: EVGA 1000G2
SSD: Teamgroup L3 Evo 240GB (SO)
SSD: WD 1TB Blue (Games)
Cooler: CM MasterLiquid Pro 280
SO: Windows 10 64 Home

Bancada de Teste - Intel

 

Testes

Partindo para os testes, considerando o poder de processamento da placa, vamos focar na resolução 1440p. Lembrando que lá no canal mostro nesse vídeo, um comparativos lado a lado também em Full HD.

 

Assassin’s Creed Odyssey

Jogo da Ubisoft lançado em 5 de outubro de 2018, com sua ambientação na Grécia Antiga, mostra cenários complexos e exigente para o hardware, um mundo aberto e vasto para explorar inúmeras possibilidade com sua jogabilidade e mecânicas reformuladas dentro da franquia com maior foco no RPG de ação. Criado com a engine AnvilNext 2.0, e a API é DirectX 11.

Comparando a placa com a BIOS inicial com TGP 150W versus a de TGP 180W que subiu a performance da RAM e da GPU, vemos que ela ganha o gás necessário para encostar e até ultrapassar a RTX 2060, tomando distância da GTX 1660 Ti, como vemos em AC Odyssey rodando no Alto em 1440p.

RX 5600 XT 6GB - 1 - AC Odyssey

 

Battlefield V

BF5 é um jogo de tiro em primeira pessoa com foco no multiplayer online, teve seu lançamento no dia 20 de novembro de 2018. Desenvolvido pela EA DICE e Criterion Games, jogo foi um dos primeiros jogos a apresentar tecnologias recentes como Raytracing. Criado com a engine Frostbite 3, e tem suporte ao DirectX 11 e ao DirectX 12.

Em BF5, game onde as placas da AMD se dão melhor, mesmo no original ela já é superior a RTX 2060, e com a nova BIOS, ultrapassa a RTX 2070.

RX 5600 XT 6GB - 2 - BF5

 

GTA 5

GTA 5 que foi lançado em abril de 2015, um dos jogos mais aguardados para PC dos últimos anos e sucesso de crítica e premiações. Entre promessas e muitos adiamentos – já que ele foi lançado antes nos consoles – chega ao PC com gráficos ainda mais bonitos. Desenvolvido pela Rockstar Games, ainda hoje é um dos jogos mais jogados da atual geração. Criado na engine RAGE.

Em GTA 5 o jogo se inverte, onde a RX 5600 XT brigou mesmo com a GTX 1660 Ti, 73 FPS na média.

RX 5600 XT 6GB - 3 - GTA5

 

Red Dead Redemption 2

RDR2 desenvolvido pela Rockstar Games, foi lançado em novembro de 2019 para PC (1 ano após o lançamento da versão dos consoles,) sendo um dos jogos mais aguardados pelos jogadores de PC, até mesmo antes da confirmação do jogo para a plataforma, tamanha a empolgação e esperança.  Um dos títulos mais aclamados da geração, ele possui temática e ambientação no velho-Oeste, mostrando cenários deslumbrantes e rico em detalhes, bem como uma narrativa densa. Criado na engine RAGE.

Em Red Dead Redemption 2, o update possibilitou os 60 FPS na média rodando com gráficos bem pesados.

RX 5600 XT 6GB - 4 - RDR2

 

Metro Exodus

Jogo de tiro em primeira pessoa de sobrevivência, foi lançado em fevereiro de 2019. Desenvolvido pela 4A Games, ele é o terceiro título da franquia. Mostrando cenários detalhados e extremamente bonitos, jogo trouxe recursos tecnológicos recentes como Raytracing e DLSS utilizando a API DirectX 12. Criado com a 4A Engine.

Em Metro Exodus a placa evoluiu pouco, mas foi suficiente para encostar em uma placa ainda mais cara, a RTX 2060 Super.

RX 5600 XT 6GB - 5 - Metro Exodus

 

Shadow of the Tomb Raider

Terceiro jogo da franquia após o seu reboot em 2013, jogo foi lançado em setembro de 2018. Desenvolvido pela Eidos Montréal, título apresenta excelentes gráficos e ambientação imersiva. Trazendo recursos recentes como o Raytracing, sendo um dos primeiros a ter suporte à tecnologia. Criado na engine Foundation, e com suporte ao DirectX 12.

Em Shadow of the Tomb Raider, garantiu os 62 FPS na média rodando no Ultra e 1440p.

RX 5600 XT 6GB - 6 - Shadow of The Tomb Raider

 

The Witcher 3: The Wild Hunt

The Witcher 3 foi desenvolvido pela CD Project Red, sendo lançado em maio de 2015. Considerado como um dos maiores títulos de RPG de ação da história dos games. Ambientado em um vasto mundo aberto recheado de missões secundárias e com uma narrativa densa, jogo é baseado na série de livros do escritor polonês Andrzej Sapkowski, sendo o terceiro título da franquia. Criado na REDengine 3, com suporte ao DirectX 11.

E por fim em Witcher 3, o update de BIOS garantiu 6 FPS a mais na média, marcando 70 FPS no Ultra.

RX 5600 XT 6GB - 7 - Witcher 3

Temperatura

E será que o cooler deu conta do recado após o aumento na performance?

RX 5600 XT 6GB - 9 - Progresso da Temperatura

Rodando o 3DMark TimeSpy Extreme Stress por 30 minutos em temperatura ambiente 32 graus, vemos que a GPU se manteve intacta, na média dos 68 graus. Apenas a RAM sofreu mais, subindo de 77 para 80 graus, com picos 6 graus mais quente.

RX 5600 XT 6GB - Frente (flir)

RX 5600 XT 6GB - Cima (flir)

RX 5600 XT 6GB - Back (flir)

Nas imagens térmicas, temperaturas bem amenas. De 31 à 51 na frente, de 37 à 66 em cima, com o hotspot próximo da GPU. No backplate, até 68 graus.

 

Teste de Frequências

RX 5600 XT 6GB - 8 - Progresso da Frequência

A frequência da GPU subiu, em média, 100 Mhz, oscilando dos 1670 à 1725 Mhz, o que deixou a placa praticamente no limite que a BIOS permite subir, ou seja, sem quase nenhuma margem de overclock.

RX 5600 XT 6GB - 10 - Progresso da Rotação

A Fan da placa não apresentou praticamente nenhuma alteração, mantendo-se em 38%.

RX 5600 XT 6GB - 11 - 3DMark TimeSpy

Por fim, em 3DMark TimeSpy, vemos o salto de performance da nova BIOS de aproximadamente 9%, tornando ela competitiva com a RTX 2060.

 

Conclusão

Como todo produto lançamento, e chegando em um péssimo momento da alta do dólar, a RX 5600 XT se complicou. Em modelos mais caros, chega a custar muito próximo de placas superiores como a RX 5700, que ainda conta com mais memória como um diferencial. Em relação a RTX 2060, sua nova concorrente, o preço é parecido. O modelo mais barato da RTX 2060 é encontrado na data da edição deste review é R$ 1699, e a RX 5600 XT mais barata aparece por R$ 50 a mais. A RTX 2060 conta com Ray Tracing e DLSS como diferenciais, além do NVENC.

E o diferencial da RX 5600 XT é justamente no preço… ou ao menos deveria ser, pois lá fora ela custa o mesmo que uma GTX 1660 Ti. Ou seja, em um mundo ideal ela deveria aparecer em patamares próximos aos R$ 1400. Infelizmente, não aconteceu. No preço atual, fica em uma situação delicada de concorrência em diversas frentes, até mesmo contra a própria AMD.

Em relação ao modelo analisado, para o objetivo de uma placa intermediária, o projeto atende bem. Mesmo após o update de BIOS, a placa conseguiu manter as temperaturas próximas ao original, aumentando consideravelmente o patamar de performance. E o modelo ainda conta com 3 anos de garantia no Brasil, um bom diferencial em relação a placas que oferecem 1 ou 2 anos.