Review SSD XPG SX8200 Pro 1TB

Lucas Peperaio
16/12/2020
Review

Hoje vamos conhecer mais um modelo de SSD XPG, sendo um dos mais rápidos que eles oferecem com tecnologia PCI Express 3.0 que é amplamente suportado pela maioria das placas-mãe modernas e até por alguns notebooks. Tenho em mãos o XPG SX8200 Pro de 1TB que alcança taxas de transferência na ordem dos 3000 a 3500 MB/s, não tão rápido quanto os SSDs PCIe 4.0, mas eles ainda tem o seu espaço?

 

Overview

Recentemente eu trouxe o review do SSD XPG Gammix S50 1TB que oferece o novo padrão PCI Express 4.0 e com isso velocidades impressionantes na casa dos 5000 MB/s, sendo o SSD mais rápido que eu já testei. E hoje vamos voltar um degrau na performance ao testar o SX8200 Pro, que é fisicamente igual a maioria dos SSDs M.2 NVMe, dimensão 2280 que é compatível com a maioria das placas-mãe atuais e mesmo notebooks com slot M.2. Por não ter um dissipador, facilita a compatibilidade com notebooks mais finos e com placas-mãe topo de linha que já contam com dissipador integrado no slot M.2.

XPG SX8200 Pro - Caixa (Frente)

XPG SX8200 Pro - Caixa (Lado)

XPG SX8200 Pro - Caixa (Back)

A velocidade que o fabricante aponta como máxima teórica é de 3500 MB/s de leitura sequencial e 3000 MB/s de gravação sequencial, que é o teto do PCIe 3.0. Ao contrário do S50, ele está disponível em várias capacidades, 256GB, 512GB, 1TB e 2TB, variando a velocidade e durabilidade de gravação conforme aumenta a capacidade. Durabilidade que não é a maior que eu já vi, mas ainda é muito alta: 640 TB. Tipicamente um usuário grava 20GB por dia no SSD, e fazendo isso todos os dias demoraria 87 anos para atingir o limite que o fabricante garante. Obviamente, até lá o SSD já deve ter apresentado outro problema ou ficado extremamente obsoleto. Então ele é indicado para quem vai gravar muito mais, 100 GB, 200 GB por dia e ainda assim, pode durar décadas.

XPG SX8200 Pro - SSD (Frente)

XPG SX8200 Pro - SSD (Back)

O SSD utiliza técnicas para acelerar a performance via SLC Caching e DRAM Cache, muito útil em desempenho aleatório. São dois módulos DDR3-1866 Mhz de 256MB, totalizando 512MB de cache. Conta com 4x Nands 3D TLC 64 Bits Micron, duas de cada lado e o controlador Silicon Motion SM2262EN utilizado em outros SSDs como o Gammix S11 Pro e Kingston KC2000. 5 anos de garantia nos dá bastante tranquilidade com o produto.

Falando um pouco sobre a temperatura, assim como acontece com quase todos os SSDs M.2 de alta performance, especialmente aqueles que não vem com um dissipador, após um curto período de atividade intensa, a performance prometida despenca devido a alta temperatura na controladora. Nands podem trabalhar com temperaturas maiores, mas a controladora é normalmente mais sensível a isto.

XPG SX8200 Pro - 2 - Progresso da Temperatura 2

XPG SX8200 Pro - 3 - Overlay do Progresso

Como observamos no ATTO Diskbenchmark, software que a XPG usa para validar a performance do drive, aproximadamente 1 minuto de uso intenso foi suficiente para reduzir drasticamente a performance de 3000 para 2000 MB/s, retornando após o SSD esfriar. A solução é óbvia, usar um dissipador.

XPG SX8200 Pro - 1 - Progresso da Temperatura 1

Quando eu testei em uma placa-mãe com dissipador no M.2, a temperatura foi cerca de 9 graus inferior, deixando o SSD longe dos 70 graus e com isso, longe do Thermal Throttling.

XPG SX8200 Pro - flir

XPG SX8200 Pro - flir (Dissipador)

Nas imagens térmicas vemos que a controladora chegou a trabalhar em 79 graus, Nands em 69. Com o dissipador, temperaturas bem mais amenas.

XPG SX8200 Pro - SSD (Screenshot)

O SX até traz um micro-dissipador que você pode colocar manualmente no SSD, mas ele não impediu o thermal throttling tal como um dissipador robusto de uma placa-mãe, espesso e com muito metal.

 

Testes

Nos testes de desempenho veremos como o SX se sai frente a vários SSDs M.2 do mercado, de 512 à 1TB, adicionalmente um HD e um SSD Sata comuns para comparativo.

 

AS SSD

Em AS SSD no modo Sequencial, ele não foi o mais rápido pois aqui temos o S50 PCI 4.0, mas entre os SSDs PCI 3.0, obteve excelente desempenho e consistência. No modo aleatório com arquivos pequenos, obteve o segundo lugar com o SSD mais rápido, assim como no teste do tempo de acesso, que neste caso só há diferença significativa em relação a um HD comum.

XPG SX8200 Pro - 4 - AS SSD (Sequencial)

XPG SX8200 Pro - 5 - AS SSD (Aleatório)

XPG SX8200 Pro - 6 - AS SSD (Latência)

 

ATTO Diskbenchmark

Em ATTO Diskbenchmark no modo gravação, sua performance começa alta e assim como mostrado, devido a alta temperatura, dropa para patamares próximos a 2000 MB/s, assim como seu concorrente 970 EVO Plus, também sem dissipador. SSDs com dissipador como o Gammix S50 e WD Black mantém o desempenho constante. No modo leitura, basicamente o mesmo ocorre, da metade do teste em diante o desempenho cai consideravelmente.

XPG SX8200 Pro - 7 - ATTO (Escrita)

XPG SX8200 Pro -8 - ATTO (Leitura)

 

PCMark 8 – Teste no Pacote Adobe e Microsoft Office

Nos testes práticos, em PCMark 8 que avalia o desempenho em softwares comuns como Word, Excel, Photoshop, há um empate técnico entre todos os SSDs.

XPG SX8200 Pro - 9 - PCMark 8

 

Velocidade em carregamentos

E esse empate técnico que acontece entre todos os SSDs no PCMark 8, é exatamente isso que ocorre no carregamento do Windows 10 e no carregamento de um game, onde apenas o HD apresenta uma maior dificuldade.

XPG SX8200 Pro - 10 - Windows

XPG SX8200 Pro - 11 - GTA 5

 

Teste de transferências de dados

Na transferência de uma ISO de 6.30GB entre uma RAMDISK e os drives a fim de evitar gargalos, todos os NVMe ficam empatados, o SSD SATA perde por vários segundos e o HD comum na lanterna. Já na transferência múltipla de arquivos, as diferenças somem e tudo fica muito parecido entre os SSDs.

XPG SX8200 Pro - 12 - Transferência (ISO)

XPG SX8200 Pro - 13 - Transferência Multipla

 

Conclusão

Sim, os SSDs PCIe 4.0 são mais rápidos, tal como o S50 que eu testei recentemente (vídeo no canal do You Tube). Mas existe uma restrição atual, onde eles só podem entregar todo o seu potencial quando utilizados com processadores AMD RYZEN terceira geração em conjunto com placas B550 ou X570. Ou seja, na maioria dos sistemas ainda não existe a compatibilidade com esta tecnologia, e é por isso que tantos SSDs PCIe 3.0 ainda são lançados e tem o seu público.

Outra vantagem é que normalmente são mais baratos que as versões 4.0. Menor velocidade, menor preço. Em tempos de pandemia, menos pode ser mais para quem busca algo rápido mas com um preço mais camarada. E é ai que SSDs como o SX8200 Pro entram, pois oferecem uma das melhores velocidades dentro do PCI 3.0 independente do hardware, seja AMD ou Intel, com placa-mãe topo de linha ou de entrada.

É importante frisar novamente que devido a ausência de um dissipador mais robusto, é interessante utilizá-lo em placas com dissipador no M.2 para manter as temperaturas mais controladas e o desempenho mais consistente, conforme vimos ao longo do artigo.